Como ficará o PT em Macau?

Em Mossoró(cidade distante de Macau 160km) o PT vive um dilema politico, ou apoia a candidatura do PSB, ou ficará sem verba nacional nas eleições vindouras.

Como O PT está realizando uma costura nacional com o projeto de apoiar o PSB em vários municípios brasileiros, em Macau a situação não é diferente da cidade de Mossoró.

Então,

O PT macauense insiste na candidatura de Dr Wilson para prefeito na terra salineira. Posição questionada por muitos que compõe o partido na capital do estado.

Nesse entendimento de pura pressão política o PT macauense continuará com essa posição?

Se o diretório nacional se posicionou em relação a falta de união com o PSB em Mossoró, deverá fazer o mesmo em Macau?

Os nossos questionamentos acontecem porque temos conhecimento que a Dep Federal Fátima Bezerra(PT) e algumas lideranças do partido no  RN, não enxergam com bons olhos a chapa que o partido pretende lançar na terra salineira.


Pileque

Finalmente foi aprovada a Lei da Copa como as multinacionais de bebida queriam.

Cai por terra a proibição de vender bebida alcoólica nos estádios ou seu entorno.

Digo eu: Vamos tomar um pileque homérico recomendado pela Fifa e aprovado por nossos representantes, mas não comemorando a copa no Brasil. Mas, chorando com o rombo que ficará e deverá ser descontado nas costas sofridas de cada Brasileiro.


Julgamento de vereadores de oposição poderá oferecer vaga para bloco do prefeito FV

Vereadores que poderão perder mandatos em Macau

 

Acabo de receber informações que esta semana deverá entrar na pauta para julgamento os processos do vereador Zé Filho(DEM) e Odete Lopes(DEM). O julgamanto em questão   refere-se a troca de legendas sem nenhum motivo aparente realizado pelos edis.

De acordo com a informação, os dois vereadores macauenses poderão perder o mandato. Se de fato acontecer, a situação macauense ganharia uma cadeira na CM de Macau.

Detalhe,

Os vereadores em questão poderão se candidatar normalmente. A perda do mandato(se acontecer) não implica em candidatura futura.


Situação de emergência se comemora com festa?

O bom senso deve prevalecer  em algumas prefeituras da nossa região sufocadas pela seca. Pelo menos é isso que se espera de alguns gestores ao descartar investimentos em  festas juninas.

Mas já soube que  tem gestores da nossa região que um deles pretende trazer Luan Santana e o outro  Michel Teló.

Tudo isso afronta a dignidade de um povo,  em vez de  caminhão-pipa com água para matar a sede e comida para matar a  fome de sua gente.


Fora

Estranho, alguns oposicionistas afirmam que os problemas  para condução da unidade  vêm “de fora”. Nada menos correto.

Quem bagunça o ninho oposicionista são cabeças ilustres da própria oposição, que até poucos dias atrás faziam estardalhaço em rodas de amigos com uma pesquisa não registrada.


Acordo

O pleito em Macau não está fácil, e tanto não está que aumentam espetacularmente os boatos de alianças entre grupos fortes.

Parece que ninguém quer enfrentar os desgastes e as despesas de uma campanha e uma aliança, mesmo que esdrúxula, seria o melhor caminho para poupar verbo e verba.

No caminho dessa união, membros das duas alas, mais tradicionais na terra salineira, insistem em se bater nas ruas e nas urnas e desprezam o acordo para união, mas como são soldados devem esperar a decisão dos generais, essa sim, pra valer.


Colocando Fim nas especulações

Esse final de semana em Macau  correu forte boato que o secretário de planejamento Ubiratam Bezerra(PMDB), teria fechado apoio a candidatura de Chapírra(PMDB).

Como a fábrica de boatos estava solta na terra salineira, outros grupos já davam como certo o apoio de Ubiratam ao projeto da vereador Leyla Jane(PMDB).

 

Pois bem,

 

Procurei o secretário Ubiratam Bezerra que nos disse “ Não tratei de política com ninguém, não fechei apoio a nenhuma candidatura. Tudo acontecerá ao seu tempo, nesse momento não possuo compromisso com nenhum vereador macauense.”

 

Já que,

 

O secretário Ubiratam Bezerra é uma liderança nata no municipio de Macau –  aquele que conseguir obter o apoio deste que já foi vereador na terra salineira – provavelmente  deverá ocupar  um lugar de destaque  em relação aos outros edis.

Mas, o secretário ainda não pensou na possibilidade de apoiar quem quer que seja.

 

 


Resgate

Vale a pena reproduzir alguns trechos do recente discurso de posse da ministra Carmen Lúcia Barbosa na presidência do TSE. Discurso que foi reproduzido pelo jornal folha online.

 

Sem milagre

“ Justiça artesanal em uma sociedade de massas é desafio que se impõe sem solução mágica. Somos juízes, fazemos Direito, não fazemos milagre. O problema da Justiça não prestada, com a rapidez desejada e a segurança esperada não é nossa culpa, porém é sim a nossa responsabilidade e nós sabemos disso.”

 

Vigilância

“ Não há eleições seguras e honestas sem a ação livre, presente e vigilante da imprensa a cumprir papel determinante em benefício do poder do povo.”

 

Intransferível

“ Mas nenhuma lei do mundo substitui a honestidade, a responsabilidade e o comprometimento do cidadão. O caminho mais curto para a justiça é a conduta reta de cada um de nós, cidadãos. O homem probo ainda é a maior garantia da justiça em uma sociedade.”

 

Timoneiro

“ Só você cidadão é o autor da sua história. O amanhã se planta hoje. Você escreve o seu presente e o seu futuro. O voto não é apenas um nome. É um país em construção. Juntos escolhemos o nosso rumo, aproveitando o vento, fazendo nossa própria rota”.

 

 


Sentidos opostos

Ao longo da última década, as escolas públicas brasileiras (níveis médio e fundamental) perderam 4 milhões 834 mil alunos.

No mesmo período, as escolas privadas ampliaram o universo de alunos em 1 milhão e 90 mil matrículas.

A melhoria do padrão de vida do é apontada como a principal explicação para esse esvaziamento do ensino público.

Esse levantamento mostra que o ensino Público Brasileiro  está muito aquém da realidade educacional em países de primeiro mundo.


Página 593 de 605