Sindicato não cumpre o seu papel com os professores de Guamaré

NOTA DE REPÚDIO

Nós, professores do município de Guamaré, REPUDIAMOS a atitude do SINDISERG – SINDICATO DOS SERVIDORES DO MUNICÍPIO DE GUAMARÉ, especificamente, ALCIMAR PEREIRA DE OLIVEIRA– PRESIDENTE, uma vez que desrespeitou, desconsiderou a categoria, não agindo com transparência num momento de negociação tão relevante para os professores impedindo a participação das professoras MARTA CAMPELO E MARIA ALZENEIDE FERNANDES na reunião com o prefeito.

REPUDIAMOS a atitude do SINDISERG por não valorizar as vozes que representaram sempre o grito dos professores nos atos públicos realizados nesse município e que defenderam e defendem os direitos coletivos, sem quaisquer receios de falar em prol dos nossos interesses e da coletividade que compõe o serviço público municipal.

Diante do quadro em que se encontram os profissionais da educação, desacreditados na atual gestão pública, bem como na sindical, REIVINDICAMOS COM URGÊNCIA uma ASSEMBLÉIA para tratar do Plano de Cargo e Carreira do Magistério, com a participação da Assessoria Jurídica Sindical, Assessoria Jurídica do Município, Secretarias de Educação e Administração e a presença do senhor Prefeito para que sejam esclarecidas as fórmulas matemáticas aplicadas para reajuste salarial da categoria do Magistério Público Municipal, visto que os direitos adquiridos e GARANTIDOS, mediante a lei municipal nº 500/2011, ao longo da nossa carreira foram subtraídos na aplicação do reajuste de 22,22%, supostamente, concedidos por essa gestão.

Nota enviada ao Blog pelos professores de Guamaré, publicado na íntegra.

GUAMARÉ, 11 DE MAIO DE 2012

Do blog: Não entendo, aqui em Macau  os professores enaltece a forma de pagamento realizado pelo gestor de Guamaré, Mas na verdade a realidade é esta que vocês estão vendo. A entidade que representa a categoria não consegue atender a realidade dos professores de Guamaré. Se de fato isso acontece, alguma coisa tá errada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *