Macau: prefeito apresenta uma folha extensa de motivos para reduzir salários, mas não inclui redução para secretários como o tio, o irmão, a esposa e apaniguados do IMAIS

Prefeito salineiro apresenta decreto com redução de salários de CC’s, exonerações e outras medidas que possam conter e enxugar a máquina pública municipal.

De acordo como o ponto de vista do prefeito TLemos e  Levando em conta o turbulento e imprevisível cenário econômico nacional com reações que ocasionaram frustração de arrecadação em recursos oriundos de transferências constitucionais, que representam parcela da receita prevista, fato este que vem ocasionando entre outros efeitos negativos para a gestão, a impossibilidade de equilíbrio entre a receita e as despesas públicas na Prefeitura de Macau, serão publicados ainda nesta quinta-feira, 21, três decretos assinados pelo prefeito Tulio Lemos que trazem medidas de contenção no custeio da máquina pública, inclusive com a redução de salários para cargos comissionados em várias faixas.

O decreto

Prevê cortes de salários em torno de 50% retroage seus efeitos a 1º de setembro, perdurando seus efeitos até 31 de dezembro de 2017, podendo ser prorrogado por conveniência da administração. Também serão publicados nesta quinta-feira, 21, cerca de 100 portarias de exonerações de servidores comissionados, atingindo todas as pastas da gestão municipal.

O detalhe

A “preocupação” apresentada pelo o prefeito TLemos não se estende para redução de salários dos seus familiares( secretários), apaniguados da capital que ocupam cargos no IMAIS( tipo CC1), nem procura extinguir os JETON’s de reuniões entre secretários e o gestor salineiro.

Mas

Atinge claramente os cargos dos vereadores, do legitimo macauense que acreditou na mudança que estava inserida no discurso de campanha do atual prefeito.

Veja como fica o seu salário:

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *