Governo pretende limitar salário inicial de servidor e adiar reajuste para 2019

O governo Temer se encontra entre a cruz e a espada quando se trata de medidas impopulares que o governo pretende anunciar nos próximos dias para reduzir as despesas públicas, entre elas estão:

  • Limite para salário inicial de servidor público em R$ 5 mil;
  • adiamento do reajuste do funcionalismo, de 2018 para 2019;
  • aumento da contribuição previdenciária dos funcionários públicos, de 11% para 14%;
  • extinção do auxílio reclusão, concedido atualmente a famílias de presos.
Ainda assim, a equipe econômica estuda elevar a meta fiscal de 2018 – de R$ 129 bilhões para até R$ 149 bilhões em deficit primário. Para 2017, o rombo pode chegar a R$ 159 bilhões. As informações são do jornal O Globo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *